Case

GOL

A Gol anunciou uma parceria estratégica, em dezembro de 2011, com a proposta de viabilizar um aumento de capital através da emissão de novas ações. O objetivo era fortalecer a sua estrutura financeira, de modo a sustentar suas metas de crescimento no curto e no longo prazo, bem como outros investimentos previstos.

O aumento de capital com a emissão de novas ações (6.825.470 ações ordinárias e 6.619.765 ações preferenciais) foi possível devido ao aporte de capital realizado por uma das maiores empresas aéreas americanas, a Delta Air Lines, no valor de US$ 100 milhões, o que resultou na aquisição de 2,9% a 3% das ações da companhia aérea doméstica.

A empresa americana ofereceu um prêmio de 47% pelos papéis.

A operação, que resultou em um aumento significativo do capital social da GOL, foi suportada pelo laudo de avaliação da APSIS.