Revisão e Impugnação de tributos (IPTU, ITBI e ITD) como aliadas na redução de custos com imóveis

Apsis em Geral Atualizado em 24.03.2016

Tags: , ,

O contribuinte deve ficar atento à desvalorização de alguns segmentos imobiliários.
Recentemente, o segmento imobiliário havia passado por forte onda de valorização, impelida pelo excesso de demanda, baixas taxas de juros e crédito farto.
Com o cenário econômico atual, houve uma reversão na curva da demanda, e agora os proprietários estão revendo os preços na hora de vender ou alugar os imóveis.
Os governos municipais, com base na onda de valorização, reajustaram os valores venais dos imóveis, utilizando novas bases para cálculos do ITBI e IPTU e essas bases continuam sendo utilizadas mesmo com a atual desvalorização dos imóveis.
Os contribuintes têm a opção de contratar uma empresa especializada na emissão de laudos de avaliação, conforme previsto pela NBR-14.653 e exigir a revisão fiscal.
A Apsis tem vasta experiência nesse tipo de avaliação e é capaz de verificar se o valor da base de cálculo da incidência dos impostos está em desacordo com o mercado e com a legislação vigente e aconselhá-lo a tomar as medidas para realizar a revisão do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), a impugnação do ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) ou do ITD (Imposto sobre a Doação de Bens Imóveis).
Diante da conjuntura econômica, vale conferir se o bem imóvel foi corretamente avaliado pelas Fazendas Estadual e Municipal, de forma a corrigir as distorções de cobrança dos tributos incidentes.

Entre em contato e esclareça suas dúvidas.



Compartilhe