O lugar dos profissionais de humanas no mundo corporativo

Apsis em Artigos Atualizado em 26.05.2017

Quando pensamos no mundo corporativo, é muito comum associarmos diretamente à tecnologia e aos profissionais de exatas. No entanto, ultimamente vemos crescer a procura por profissionais do universo das ciências humanas. Um ambiente de negócios onde costumavam prevalecer planilhas de excel e cálculos complexos, hoje vemos ser dividido com outros setores, dos mais variados.

As empresas que veem à frente já perceberam que é de suma importância destacar o material humano e que de nada adianta ter funcionários extremamente competentes em um assunto técnico específico se não apostar nos canais de relacionamento com o cliente. E é nesse âmbito que os profissionais de humanas ganham cada vez mais destaque e atuam nos setores mais diversificados possível. Seus papéis oscilam entre os setores de recursos humanos, de vendas e marketing, de jornalismo, de design, de revisão textual, de secretariado, de gestão de pessoas, entre muitos outros.

Para o setor de recursos humanos, por exemplo, percebe-se a importância de que esteja sempre atento às questões humanas, pois são o canal sensível da empresa. É nesse ambiente que se discute o quadro de colaboradores, o recrutamento, a liderança da empresa, o investimento nos seus funcionários, etc.

Em se tratando de recursos humanos, uma estratégia do setor que tem sido bastante utilizada ultimamente pelas empresas é o endomarketing, que visa fortalecer as relações interpessoais no ambiente de trabalho. Na APSIS, a equipe de Capital Humano é responsável pelo endomarketing e trabalha em parceria com as áreas de Marketing e Estratégia de Negócios nas frentes de atualização das redes sociais, produção de matérias, clipping, campanhas internas, elaboração de design para reforço da nossa marca, entre outras coisas. Leia mais sobre o assunto no nosso blog!

A área do marketing também é muito extensa, e todas as suas atividades estão voltadas para atender às necessidades do cliente. O setor abrange, por exemplo, o relacionamento direto com os clientes através de pesquisas de satisfação, ouvidoria, administração de problemas, o que os conforta e traz credibilidade para a empresa, além de levantar questões que ajudam a empresa a buscar soluções para melhorar. O setor também engloba estratégias para agregar valor à marca, criando uma identidade para a empresa, desenvolvendo o design, um website, entre outros recursos.

O destaque de todas essas áreas é o que está aos poucos substituindo aquele modelo antigo de mundo corporativo por uma nova estrutura na qual o foco não está apenas no resultado, mas também na divulgação, no recrutamento, na valorização de seus funcionários e na qualidade geral de seu trabalho. Toda essa novidade torna o ambiente mais diversificado, o que abre portas para novas ideias, para o empreendedorismo e para maior destaque no mercado.

Beatriz Chagas – Editoração



Compartilhe