Diagnóstico empresarial: medindo o desempenho do negócio

Apsis em Artigos Atualizado em 19.10.2018

A engrenagem que move um negócio para frente pode ser bastante complexa. É muito importante entender como os diversos setores estão se comportando, quais estão precisando de mudanças para melhorar e os que estão tendo um bom desempenho.

O diagnóstico empresarial é a ferramenta recomendada para que sejam identificados problemas e oportunidades com o objetivo de municiar os gestores de um empreendimento de informações estratégicas. Assim, eles poderão tomar decisões com mais assertividade e elaborar o planejamento para tornar o negócio mais eficiente.

Diagnóstico empresarial: o que é?

O diagnóstico empresarial é um relatório minucioso do que acontece dentro de um empreendimento. Ele deve analisar os processos de todas as áreas da empresa: financeiro, vendas, operacional, marketing e capital humano, entre outras.

O objetivo do diagnóstico é identificar se existem fraquezas no negócio como alto faturamento x baixa lucratividade, gastos maiores do que receitas, planos de marketing ineficazes e estoque com falhas de controle, entre outros aspectos.

Essas informações são fundamentais para que os gestores assimilem os aspectos do negócio que podem melhorar, priorizando os pontos que são de fato, necessários. O diagnóstico empresarial também revela os setores do empreendimento que estão funcionando bem e apresentando uma boa produtividade. Desta maneira, os líderes têm em mãos um conjunto de dados para auxiliar na tomada de decisão.

A avaliação

Um dos aspectos mais importantes para o bom aproveitamento de um diagnóstico empresarial é  o fato de ele ser imparcial, mostrando a realidade da empresa sem nenhuma distorção. Existem alguns métodos que permitem a avaliação da organização e que podem ser utilizados no processo. A análise SWOT (FOFA, em português) avalia as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças do negócio.

Já a Matriz GUT tem o objetivo de classificar cada problema pertinente para a empresa pela ótica da gravidade (do problema), da urgência (de resolução dele) e pela tendência (dele piorar com rapidez ou de forma lenta).

Independente do método utilizado, o importante é que o diagnóstico auxilie o entendimento dos pontos problemáticos do empreendimento. Com esse subsídios, os gestores poderão direcionar com maior precisão os recursos e corrigir os problemas detectados.

O conteúdo

Para que seja eficaz, o diagnóstico empresarial precisa abordar alguns pontos importantes que ajudem na análise do negócio e na posterior orientação estratégica. Vamos conhecer alguns deles:

Investigação:
É a primeira etapa do diagnóstico. Neste momento, são conhecidos os pontos fracos e fortes do empreendimento e quais são as ameaças e oportunidades existentes. É muito importante que este levantamento seja feito tendo o mercado no qual o negócio está inserido como referência.

A internet pode ser uma ferramenta útil nesta etapa. O próprio site do negócio permite que se conheça os produtos, a história e como é feita a comunicação com os clientes, entre outros aspectos. Também vale fazer uma busca para conhecer como a empresa tem saído na mídia, como tem utilizado publicidade, se existem reclamações sobre ela e como esse problema foi conduzido.

A realização de entrevistas com gestores e colaboradores também é um excelente método para produzir um bom diagnóstico empresarial. É importante que a entrevista seja agendada com antecedência e que o entrevistador esteja preparado com perguntas pertinentes para obter as informações relevantes.

Go to Gemba significa “vá e veja”. É uma prática que sugere a ida dos gestores ao campo/chão de fábrica para melhor entender os problemas e ajudar suas respectivas equipes na solução adequada e identificar melhorias. Esse acompanhamento do dia-a-dia da empresa permite a observação da movimentação, das relações interpessoais existentes, erros e acertos dos procedimentos e diversas características difíceis de serem detectadas.

Detalhamento:
Concluída a avaliação da situação, um relatório é gerado tendo como conteúdo um detalhamento minucioso dos problemas detectados em cada setor. Com esse documento, são planejadas as ações para mitigar os obstáculos. Todas as informações coletadas devem ser apresentadas na forma de gráficos, planilhas e qualquer outro método que facilite a compreensão de tudo o que foi apurado.

Estratégia:
A realização de um diagnóstico empresarial é importante para a identificação dos problemas de uma empresa e para solidificar o comprometimento dos funcionários em torno do sucesso do negócio. Com todas as informações necessárias, é concebido um planejamento estratégico com o objetivo de solucionar os pontos fracos e as falhas detectadas.

Mas é importante observar que este procedimento não é suficiente por si só. É necessário que haja um acompanhamento constante do mesmo, com o objetivo de identificar se as novas diretrizes adotadas estão realmente resolvendo os problemas detectados.

Conclusão

A decisão de realizar o diagnóstico empresarial de um empreendimento é extremamente importante para que sejam conhecidos os possíveis problemas.

Desorganização financeira, má utilização dos recursos de comunicação e marketing, despesas desnecessárias, estoques com falhas de controle são algumas das falhas que podem ser reveladas após o diagnóstico.

A análise resultante após o processo fará com que os gestores conheçam melhor a empresa, os capacitando para desempenhar uma gestão estratégica que permita a ampliação do potencial do empreendimento dentro do seu segmento.



Compartilhe