Aprenda a fazer os melhores relatórios gerenciais

Apsis em Artigos Atualizado em 08.11.2019

Tags:

Decisões são tomadas diariamente na rotina das empresas. Para isso, ter dados e informações atualizados é fundamental.  É nesse processo que os relatórios gerenciais se tornam o melhor referencial para uma boa análise. 

No entanto, nem sempre elencamos as informações mais relevantes como destaque. Para auxiliar nesta tarefa, confira o que não pode faltar na hora de organizar os dados de gerenciamento da sua empresa.

1 – Excesso de informação não é adequado

Objetividade é uma palavra importante quando o assunto é relatório gerencial. Isso porque o excesso de dados pode impedir a visualização rápida dos principais indicadores. Pense o seguinte: o que deve constar é o que se torna realmente pertinente, ou seja, de acordo com a necessidade da empresa. 

Analisar um conjunto excessivo de informações vai tornar o processo demorado. Vale manter a seguinte lógica: o documento que você irá apresentar é tão relevante que será o responsável por traçar as estratégias que podem levar a empresa ao sucesso ou fracasso. Portanto, é preciso reduzir/eliminar qualquer margem de erro. 

2 – Construa o documento com a ajuda de todos 

Você pode centralizar as informações para construção do relatório em uma única pessoa. Porém, é essencial que conte com a colaboração de todos da equipe. Afinal, é o único jeito de reunir os dados. Para otimizar o tempo, peça para cada integrante, em um determinado prazo, trazer os principais indicadores de análise, venda, financeiro, etc, que precisam constar no relatório gerencial. 

3 – Como apresentar relatórios gerenciais

A forma como o conteúdo será apresentado também interfere diretamente na rapidez para interpretação dos dados. Por exemplo: se o relatório é de análise, é necessário expor as problemáticas e as possíveis soluções para a questão, sendo válido destacar com capítulos ou tópicos. No entanto, se o objetivo é tratar sobre aumento ou diminuição de vendas, o ideal é utilizar tabela ou gráficos. 

Ao expor o conteúdo do relatório vale utilizar palavras simples, diretas, focando em destacar apenas os dados que sejam relevantes para tomadas de decisão. 

4 – Pontue as soluções na prática

Ao sugerir uma solução para problemáticas da empresa, no relatório gerencial deve constar como isso vai ocorrer. Ou seja, qual a melhor maneira de colocar em prática a ideia que você sugere. Portanto, especificar nomes e funções é essencial para visualizar melhor a saída para cada questão ou problema. 

Tipos de relatórios gerenciais

Compreender a importância dos relatórios gerenciais é o primeiro passo para reunir todos os dados e informações relevantes da sua empresa e assim buscar os melhores resultados e alcançar o  sucesso. Quer saber mais sobre temas da área financeira e administrativa? Conheça o blog da APSIS! A plataforma conta com materiais exclusivos!



Compartilhe